monitor-da-violencia-no-brasil-recebe-premio-internacional-com-ajuda-do-sindipoles

O “Monitor da Violência” do portal de notícias G1 recebeu o maior prêmio de jornalismo de dados do mundo na última semana. No Espírito Santo, os números de mortes foram repassados aos jornalistas pelo Sindicato dos Policiais Civis (Sindipol/ES).

Mais de 200 jornalistas são responsáveis por catalogar e abastecer um banco de dados inédito no Brasil. O Monitor da Violência do G1, feito em parceria com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, na primeira etapa registrou nomes de vítimas, idades, horário e o dia de mortes durante uma semana do mês de agosto do ano passado. As etapas seguintes embasaram reportagens sobre o sistema carcerário, o crescimento de mulheres mortas (feminicídios), o total de mortes violentas em 2017 e o total de mortes causadas por policiais. O Monitor também registrou o número de policiais mortos.

O trabalho foi reconhecido na última quinta-feira (31/05). O Monitor da Violência venceu, na categoria voto popular, o Data Journalism Awards, a maior premiação mundial do jornalismo de dados. No Espírito Santo, na ausência de informações do Governo do Estado, que segue contrariando a lei de transparência, foi o Sindicato dos Policiais Civis (Sindipol/ES) que colaborou com informações de crimes e com o número de assassinatos em terras capixabas.

“É com enorme satisfação que recebemos a notícia do prêmio. Mais que merecido. Esse tipo de trabalho revele pra toda sociedade a ineficiência das políticas públicas de segurança, em especial aqui no Espírito Santo, onde o governo segue escondendo as informações e recortando apenas dados de períodos pré determinados para dizer que está tudo bem, quando não está”, explicou Jorge Emilio Leal, presidente do Sindipol/ES.

Em maio de 2018, o governador do Espírito Santo anunciou a maior redução nos índices de homicídios do primeiro trimestre em 18 anos no estado, mas não apresentou os números da violência. O último levantamento do Monitor da Violência apontou o Espírito Santo no ranking dos estados que mais registram homicídios no Brasil. Com 117 mortes em janeiro, o ES a 10º maior taxa de homicídios do país.

O Sindipol/ES segue colaborando com o Monitor da Violência do portal de notícias G1 com informações do Espírito Santo. Um trabalho inédito no Brasil que marca outra grande nova parceria no Estado para o desempenho do jornalismo de excelência.

Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES
Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES

“Esse é um trabalho de extrema importância e serve até para nortear políticas de segurança pública. Quando as informações não chegam à sociedade, mesmo com uma lei de transparência, o jornalismo se faz ainda mais necessário na sua função de reportar informações de interesse público. Um trabalho bem feito como esse merece ser premiado e ganhar destaque para alcançar ainda mais pessoas”, finalizou Jorge Emílio Leal.

Foto de capa: G1/reprodução

 

 

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS!!!