retorno-dos-aposentados-policias-civis-que-voltaram-ao-trabalho-estao-atuando-sem-arma-e-colete

O Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES) oficiou ao Chefe de Polícia, o delegado Guilherme Daré, pedindo que os profissionais que retornaram voluntariamente ao trabalho tenham seus direitos e prerrogativas respeitados.

O Serviço Voluntário de Interesse Policial (SVIP) estabelece funções administrativas para os policiais civis aposentados. Porém, o Artigo 4º da Lei Complementar que regulamenta o SVIP diz que policial aposentado terá direito a receber pela PC/ES exclusivamente para defesa pessoal armamento, munição e colete. Mas isso não está acontecendo.

“Temos acompanhado o retorno dos aposentados de perto e vimos que alguns estão trabalhando sem arma ou colete. Policial é visado e perseguido por criminosos. Dar segurança para eles é o mínimo para quem já dedicou parte da vida em defesa da sociedade”, acrescentou Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES.

Para o Sindipol/ES, o retorno dos policiais aposentados é uma medida paliativa extrema que não substitui concurso público. O Sindipol/ES acredita na necessidade de políticas públicas que valorizem os policiais, que invistam em recursos humanos, materiais e infraestrutura das delegacias.

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS!!!