policia-civil-capixaba-perde-mais-um-guerreiro

Mais um policial civil foi vítima da impunidade e do crescimento do crime no Estado do Espírito Santo. O investigador Elias Borrete Mariano foi assassinado dentro de casa por um bandido. O crime aconteceu no município de Cachoeiro de Itapemirim. O Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES) se solidariza com todos os familiares e amigos.

O caso

Na madrugada desta sexta-feira (31), um criminoso armado invadiu a casa do policial civil e disparou contra ele. Após isso, o assassino fugiu levando o carro do investigador, um Ford Fiesta Sedan. O veículo já foi encontrado pela polícia que continua com as investigações.

Elias Borrete, investigador de polícia. Foto/Divulgação
Elias Borrete, investigador de polícia. Foto/Divulgação

O nobre policial civil sempre foi muito querido por todos e ingressou na PC/ES em dezembro de 2011 vindo da Polícia Militar. Atuando na Delegacia Regional de Cachoeiro de Itapemirim, sempre defendeu com honra e coragem a sociedade capixaba. Em sua ficha funcional constam 14 elogios, o que mostra o seu empenho em prol de todos.

Para o Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES) a situação é reflexo da impunidade e aumento do crime no Espírito Santo.

“Nosso Estado está a cada dia mais perigoso. Perdemos um grande guerreiro. O policial civil está em perigo e a serviço da sociedade 24 horas por dia, e mesmo assim sofre com o descaso e a falta de valorização. Tenho a certeza que nossos profissionais vão solucionar esse crime. Mas até quando nossos guerreiros vão continuar sendo vítimas da criminalidade? Gostaria de me solidarizar com toda família. O Sindipol/ES está a disposição para ajudar em tudo que for necessário”, disse o presidente do Sindipol/ES, Jorge Emílio Leal.

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS