criminosos-partem-para-o-ataque-no-interior-do-espirito-santo
Número pequeno de policiais e demora nas investigações de crimes deixam bandidos impunes e livres para agir em áreas mais isoladas da Região Metropolitana de Vitória. Nesta terça-feira (25), assaltantes usaram explosivos e destruíram uma agência bancária.
 
Caramuru, distrito de Santa Maria de Jetibá, região Serrana do Espírito Santo, 1h30 de terça-feira. Assaltantes chegam de carro, estacionam na porta de uma agência bancária, atiram várias vezes para o alto e explodem os caixas eletrônicos do banco. Moradores e comerciantes disseram que foi a sétima vez que criminosos tentam roubar a mesma agência bancária.
 
O distrito de Caramuru é importante para a economia do estado, lá ficam fábricas de ração e diversas granjas que exportam ovos. Porém, a delegacia de Santa Maria de Jetibá possui um número mínimo de policiais e, segundo os moradores, apenas dois policiais militares são responsáveis pelo patrulhamento ostensivo no distrito. Casos de furtos e roubos de veículos, homicídios e crimes patrimoniais estão crescendo no interior do Espírito Santo.
 
Com a fragilidade na segurança, bandidos de outros estados estão migrando para o Espírito Santo. Uma investigação da Polícia Civil de São Paulo revelou que grandes facções criminosas já estão em terras capixabas, principalmente nos presídios.
 
“A explicação é a falta de políticas públicas estruturantes para as forças policiais. A Polícia Civil mesmo está desidratada, sem verba suficiente para as viaturas rodarem durante o mês e sem policiais nas delegacias para investigar tantos crimes. Nós do Sindipol/ES lamentamos que o estado tenha chegado nessa situação, mas, infelizmente é uma realidade”, pontuou Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES.
 
Foto/reprodução.
 
 
 
JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS!!!