audiencia-publica-na-assembleia-para-discutir-a-precariedade-da-policia-civil-do-es

A Diretoria do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo convida todos os policiais para participarem da Audiência Pública que vai debater a situação da Polícia Civil capixaba e a sua importância para a defesa da sociedade. O encontro será no dia 26 de março, terça-feira, às 19hrs, no Auditório Augusto Ruschi.

A sessão foi proposta pelo presidente da casa, o deputado Erick Musso, e o deputado e presidente da Comissão Permanente de Segurança e Combate ao Crime Organizado, Danilo Bahiense. O tema será: Reestruturação, uma visão para o futuro. A ideia é traçar os rumos da Polícia Civil do Espírito Santo.

Nos últimos anos, a diretoria do Sindipol/ES realizou inspeções em unidades policiais de Norte a Sul do Estado e encontrou policiais sobrecarregados, desvalorizados e delegacias sucateadas, com focos de doenças e até mesmo com risco de morte para os próprios policiais. Além disso, segundo o último levantamento, a defasagem no quadro operacional da PC/ES supera os 60%.

Apesar dessas e outras adversidades, o Sindipol/ES reforça que os policiais civis estão se desdobrando todos os dias e prestando um serviço digno ao cidadão.

Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES
Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES

“A participação do Sindipol/ES em eventos que visam debater a segurança pública é de suma importância. A situação da polícia civil capixaba é cada dia mais precária. Com o poder público promovendo essa interação com a sociedade, chegamos ainda mais perto do nosso objetivo que é ter uma Polícia Civil mais eficaz e cidadã”, disse, Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES.

 

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS