sindipoles-pede-apoio-a-deputado-federal-ted-conti-contra-reforma-da-previdencia

O presidente e o vice-presidente do Sindipol/ES se reuniram com o deputado Federal Ted Conti na última semana. No encontro, além da reforma da Previdência, os representantes do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo também falaram sobre projetos de lei para melhorar a segurança pública capixaba.

Por uma série de motivos e pontos a serem discutidos, o Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo, assim como organizações sindicais que todo o país, não concorda com a proposta de reforma da Previdência apresentada pelo presidente Jair Bolsonaro. O deputado Federal Ted Conti ouviu atento aos questionamentos.

“Temos que convencer os parlamentes capixabas que é um erro aprovar a reforma da Previdência da forma que foi apresentada. Nossos policiais e os demais operadores da segurança pública já sofrem diariamente pela falta de estrutura de trabalho e valorização. Precisamos ter o mínimo de garantia quando falamos em aposentadoria para os policiais”, explicou Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES;

Humberto Mileip, vice-presidente do Sindicato, comentou que esse trabalho de convencimento dos parlamentes começou em Brasília, assim que Bolsonaro apresentou a reforma.

“Estivemos em Brasília e conseguimos apoio não só dos parlamentes capixabas. Temos que frear essa proposta absurda que retira direitos importantes que os brasileiros conseguiram com muitas lutas. Estamos em constante mobilização”, disse.

Os representantes de Policiais Civis, Rodoviários Federais e Federais que fazem parte da União dos Policiais do Brasil no Espírito Santo (UPB-ES) estão mobilizados no estado e já fizeram reuniões para traçar estratégias contra a reforma.

No encontro com Ted Conti, os dirigentes do Sindicato dos Policiais Civis também falaram sobre outros projetos que podem melhorar a qualidade do serviço público prestado a população dentro da segurança, como mudanças na Lei Orgânica da Polícia Civil.

“Temos que pensar no futuro. Apresentamos o projeto capixaba e junto com a Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol) estamos amadurecendo ainda mais mudanças significativas para a Lei Orgânica da Polícia Civil”, finalizou o presidente do Sindipol/ES, Jorge Emilio Leal.

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS!!!