policia-civil-recebe-50-novas-viaturas-no-es

A diretoria do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES) esteve na solenidade de entrega das viaturas e segue cobrando mais investimentos para a Polícia Civil capixaba e melhores condições de trabalho para os profissionais.

As 50 viaturas são do modelo Hilux 4×4 Diesel e o governo do estado investiu R$ 7 milhões. Durante a cerimônia de entrega das novas viaturas, o governador Casagrande enfatizou os desafios do trabalho na área da Segurança Pública, fez um agradecimento às corporações pelo trabalho de combate ao crime e destacou que pretende realizar mais investimentos na área, de acordo com as possibilidades apresentadas.

“Trabalho na área da segurança é difícil de ser reconhecido. Quero agradecer nossas polícias Civil e Militar. Vamos seguir investindo forte em tecnologia para atender ainda mais pessoas. Sabemos da expectativa da valorização profissional, pois os últimos anos foram de arrocho. Temos limitação por conta do plano de ajuste fiscal que o Governo aderiu. Mas na medida do possível, podemos ir atendendo a valorização dos profissionais de segurança pública e os servidores em geral”, afirmou.

viaturas 2
Sindipol/ES e Agenpol marcam presença na solenidade.

As novas viaturas irão atender 30 unidades policiais de Norte a Sul do estado, entre delegacias regionais e especializadas. O Sindipol/ES entende que é um avanço, mas lembra que muitas delegacias ainda estão em péssimas condições estruturais e o policial civil precisa ser valorizado.

“Ainda recebemos um dos piores salários do Brasil. O policial civil capixaba trabalha em ambientes insalubres, sem estrutura, reflexo da falta de investimentos, principalmente, durante a gestão do governador Paulo Hartung”, enfatizou Jorge Emilio Leal, presidente do Sindipol/ES.

No início do ano, logo após a posse de Casagrande, representantes do Sindipol/ES, da Aepes e Agenpol se reuniram com o governador e apresentaram a pauta de reivindicações da categoria.

“O governador se mostrou sensível a nossa causa e disposto a ajudar. Para superar essa realidade de sucateamento da Polícia Civil, temos que não apenas criticar, mas, precisamos propor mudanças. Foi exatamente o que fizemos e continuamos fazendo”, finalizou Jorge Emilio Leal, presidente do Sindipol/ES.

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS!!!