sindipoles-move-acao-requerendo-o-pagamento-do-adicional-de-insalubridade-para-a-categoria

Na luta em defesa dos direitos e prerrogativas da categoria, está tramitando na Vara da Fazenda Estadual de Vitória, uma Ação movida pelo Sindicato dos Policiais Civis (Sindipol/ES) querendo o pagamento do adicional de insalubridade, bem como os valores retroativos dos últimos cinco anos.

O Adicional de Insalubridade é uma luta antiga e um dos pontos pertinentes da pauta do Sindipol/ES, no entanto, mesmo após a regulamentação da Lei 10.750 que concede o pagamento do Adicional aos servidores lotados na Superintendência de Polícia Técnico-Científica da Polícia Civil do Espírito Santo (SPTC/PC), o governo não realizou os pagamentos. Consulte o decreto.

A fim de garantir o direito da categoria, o sindicato entrou na justiça, que solicitou a realização de perícia nos DMl’s e SML’s, cobrando o início do pagamento e dos valores retroativos na Ação que beneficia todos os policiais dessas unidades como os Peritos Oficiais Criminais (POCS), Agentes, Médicos Legistas, Investigadores, Auxiliares de Perícia Médico Leal, entre outros.

“Nossa luta é pela valorização e por melhores condições de trabalho para os nossos guerreiros. Por isso, ao longo dos últimos meses nós temos protocolado na justiça, encaminhado ofícios às autoridades competentes e cobrado reivindicações da categoria, como o pagamento do adicional de insalubridade”, disse, Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES.

Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES
Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES

O Sindipol/ES, ainda informa que os polícias em contato com os agentes insalubres como no caso dos POCS, Médicos Legistas, entre outros, devem procurar o Departamento Jurídico do Sindicato para as demandas individuais.

O diretor financeiro do Sindipol/ES, Aloísio Fajardo, reforça o compromisso do Sindipol na luta pela categoria policial civil.

Aloísio

“Ao longo dos anos, mesmo com as dificuldades, nossas lutas sempre deram resultado positivos e nós vamos continuar lutando para garantir condições dignas de trabalho para todos os policiais civis capixabas, cumprindo nosso papel de Organização Sindical representante de toda categoria”, disse.

 

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS