sindipoles-vai-entrar-na-justica-para-rever-base-de-calculo-de-ferias-e-13o

O Departamento Jurídico do Sindicato dos policiais civis entende que os valores da gratificação de serviços extras (escala especial) devem ser considerados na base de cálculo das férias e do 13º salário. O Sindipol/ES convoca os interessados na ação judicial.

Atualmente, a base de cálculo das férias do policial civil é feita sobre a média do subsídio dos últimos 12 meses. Já no caso do 13° salário, o cálculo é sobre o valor da remuneração integral ou sobre o provento, que é o salário dos aposentados e pensionistas. A proposta do Sindipol/ES é incluir a escala especial no terço de férias e no 13° salário.

Para o Sindipol/ES, não levar em consideração a gratificação de serviços extras (escala especial) na base de cálculos das férias e do 13° é uma violação de direitos. Por isso, o Departamento Jurídico estuda pedir, inclusive, a incorporação e os valores retroativos aos últimos cinco anos.

Podem solicitar esta ação todos os policiais ativos, para os aposentados ou pensionistas o valor é proporcional dentro desses últimos cinco anos.

“Além de ser uma questão de justiça, incorporar os valores da escala especial a base de cálculos das férias e do 13º salário ameniza o problema da defasagem no salário dos policiais civis capixabas, um dos piores do Brasil. Vamos trabalhar para que o estado reconheça esse direito”, frisou Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES.

INTERESSADOS EM INGRESSAR NA AÇÃO

Os sindicalizados que tenham interesse em ingressar nesta ação podem procurar o Departamento Jurídico do Sindipol/ES ou entrar em contato pelo telefone 3223-1844.

São necessários os seguintes documentos:

  • Cópia da Carteira de Polícia
  • Comprovante Residência
  • O ultimo contra-cheque 
  • Ficha Financeira dos últimos 5 anos.

O Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo já está recebendo os documentos e recolhendo as assinaturas da procuração e para a ação judicial.

 

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS!!!