operacao-caim-indice-de-homicidios-cai-em-todo-o-estado

No mês de março, antes do início dos trabalhos, a média de homicídios era de 5,25 por dia. Agora, após a quinta fase da Operação, esse número caiu para 1,25. A Operação Caim tem como foco a redução do índice de criminalidade, principalmente da taxa de homicídios no estado.

Polícias Civil e Militar, Núcleo de Repressão à Organizações Criminosas e à Corrupção (NUROC/SESP), Núcleo de Operações e Transporte Aéreo (Notaer), Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional e Guardas Municipais de Vitória, Vila Velha e Serra compõem a Operação Caim.


A ação integrada entre as forças de segurança durante as cinco fases da operação resultou em 161 detenções, 36 armas, 1.127 munições, uma granada, sete veículos, drogas e mais de R$ 35 mil em dinheiro apreendidos.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo, Aloísio Fajardo, destacou a importância da atuação dos policiais civis na Operação Caim em meio à pandemia do novo coronavírus.

“Muito importante destacar o trabalho que vem sendo feito pelos policiais civis. Mesmo com o risco de serem vítimas da Covid-19, mesmo com o risco iminente ao expor suas vidas, não estão esquecendo o juramento que fizeram ao assumir o cargo de policial civil. São homens e mulheres que honram e cumprem suas missões e se dedicam integralmente no combate à criminalidade. O nosso parabéns aos policiais civis que estão defendo a bandeira do estado do Espírito Santo e a sociedade capixaba”, disse o Aloísio.

FORÇA, UNIÃO E LUTA!