bolsonaro-assina-parecer-que-garante-aposentadoria-com-integralidade-e-paridade-para-policiais-civis-da-uniao-e-df

Na Reforma da Previdência, o Governo do Espírito Santo disse que seguiria o mesmo modelo Federal na aposentadoria dos policiais civis capixabas que ingressaram até 2019.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou, nesta quarta-feira (17), o parecer que vale para policiais federais, rodoviários federais, legislativos, e para policiais civis do distrito federal que ingressaram na carreira até a publicação da emenda constitucional 103, em novembro do ano passado.

Com o reconhecimento da aposentadoria com integralidade, o valor inicial da aposentadoria passa a ser o valor do último vencimento recebido antes do policial se aposentar. Já a paridade, significa que o policial aposentado também será beneficiado caso seja concedido aumento aos policiais da ativa.

NO ESPÍRITO SANTO

O diretor do Sindipol/ES, Humberto Mileip, explicou que os policiais civis capixabas já não tinham direito a paridade desde 2003 e perderam a integralidade com a Reforma da Previdência. Porém, graças ao diálogo e as propostas do Sindipol/ES, a reforma previdenciária capixaba previu que as regras de aposentadoria daqui não poderiam ser piores do que as previstas na EC 103. E assim, como estava pendente a resolução da integralidade e paridade para os policiais federais, rodoviários federais e demais policiais da União, aguardávamos esse parecer para termos uma definição aqui no ES. A decisão final do presidente Bolsonaro veio nesta quarta-feira (17/06).

“O texto da Reforma da Previdência aprovado no Espírito Santo é quase uma cópia integral do modelo aplicado pelo Governo Federal. Portanto, diante desse aguardado parecer, que garantiu a paridade e integralidade na aposentadoria policial, entendemos que os policiais civis que ingressaram na PC/ES até 2019, data da emenda, devem ter o direito a paridade e integralidade na aposentadoria. É o que vamos cobrar do governo estadual”, comentou Humberto Mileip, diretor de Relações Institucionais do Sindicato dos Policiais Civis.

O presidente do Sindipol/ES Aloísio Fajardo, também espera que o acordo seja mantido e que o governador Renato Casagrande conceda a integralidade e paridade aos policiais civis capixabas. Aloísio parabenizou e agradeceu aos amigos da Cobrapol e dos Sindicatos dos Policiais Civis e Federais do Distrito Federal.

“Por isso é importante essa articulação política entre os representantes dos policiais civis de todo o Brasil, e o Sindipol/ES tem o respeito e o reconhecimento de cada organização sindical brasileira. Agradecemos aos amigos da Cobrapol, do Sinpol-DF e do Sindipol/DF pela luta e pela conquista”, disse o presidente do Sindipol/ES.

O Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo também agradece ao senador Marcos do Val, por ser a referência dos policiais civis em Brasília. Para o Sindipol/ES, foi graças ao trabalho do senador capixaba que os policiais terão direito a integralidade e paridade.

FORÇA, UNIÃO E LUTA