policia-civil-e-hemoes-realizam-campanha-de-doacao-de-sangue-entre-os-policiais-civis

Fonte: PC/ES

Nos próximos dias 24 e 25 de junho, a Polícia Civil e o Centro de Hemoterapia e Hematologia do Espírito Santo (Hemoes) promoverão uma campanha de Doação de Sangue nas dependências da PC/ES. O primeiro dia da ação acontecerá no auditório da 2ª Delegacia Regional (DR) de Vila Velha e no segundo dia no auditório da Chefatura de Polícia, localizada em Vitória.

Para a titular da Divisão de Promoção Social (DPS), delegada Inês Loss, o envolvimento da Polícia Civil com o Hemoes é uma atitude necessária e cidadã. “Doar sangue, principalmente nesse momento de queda drástica no número de doadores, é uma ação que pode salvar vidas”, declarou.

A delegada conta que a ideia para a campanha foi coletiva e surgiu como atividade no mês do Policial Civil. “Com a nossa preocupação em cumprir com o isolamento social e de sempre zelar pelo bem estar da população capixaba, enxergamos essa ação como um complemento do nosso trabalho policial e como uma homenagem aos policiais civis neste mês”, complementou.

DOAÇÃO DE SANGUE slide (1)

Qualquer pessoa que esteja dentro dos pré-requisitos para a doação e que more próximo das dependências policiais citadas, pode comparecer – de máscara e cumprindo o distanciamento – à 2ª DR ou na Chefatura para realizarem a doação.

Requisitos para a doação:

– Ter dormido bem na noite anterior à doação;

– Ter dormido durante seis horas, no mínimo;

– Ter idade mínima de 16 anos (16 e 17 anos mediante autorização do responsável legal);

– Ter idade máxima de 70 anos incompleto, desde que a primeira doação tenha ocorrido antes dos 61 anos;

– Apresentar documento de identidade oficial com foto, válido em todo território Nacional (Carteira de Identidade, de Trabalho, Habilitação ou passaporte);

 – Pesar acima de 50 kg;

– Não estar em jejum;

– Fazer repouso de no mínimo 2 horas

– Evitar fumar, pelo menos duas horas antes e depois da doação;

– Evitar ingerir alimentos gordurosos;

– Caso já tenha almoçado, a doação deve ocorrer três horas após a refeição.

Quem não pode doar:

– Pessoas que já tenham tido hepatite após os 11 anos de idade;

– Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças sexualmente transmissíveis pelo sangue: Hepatite B e C, Aids (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas;

 – Uso de drogas injetáveis ilícitas;

– Pessoas que já tiveram malária;

– Outros impedimentos poderão ser identificados durante a entrevista de triagem, no dia da doação.

Impedimentos temporários para a doação:

– Resfriado: aguardar sete dias após o desaparecimento dos sintomas;

– Gravidez;

– 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana;

– Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação;

– Ter feito tatuagem nos últimos 12 meses;

– Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses.

Caso tenha outras dúvidas, o doador pode entrar em contato com o Hemoes pelos contatos:

Hemoes – Vitória: (27) 3636-7920

Hemoes – Serra: (27) 3218-9429

Hemoes – Colatina: (27) 3717-2800

Hemoes – São Mateus: (27) 3767-4135

Hemoes – Linhares: (27) 3171-7361