policiais-de-todo-pais-fazem-manifestacao-historica-em-brasilia

A última terça-feira (18) ficará marcada na história do Brasil como o dia que os profissionais da Segurança Pública de todo país invadiram a Câmara dos Deputados para exigir respeito. A caravana que saiu do Espírito Santo participou da mobilização e esteve na linha de frente.

O protesto em Brasília contra a proposta de reforma da Previdência foi organizado pela União dos Policiais do Brasil (UPB) e contou com 5 mil pessoas. São policiais civis, federais, inspetores penitenciários e agentes socioeducativos de todo país. A confusão começou depois que os policiais foram impedidos de entrar na Câmara dos Deputados. Os representantes da segurança pública queriam entregar ao presidente da Câmara o pedido de afastamento do relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Maia (PPS-BA). Apesar do tumulto, os policiais conseguiram oficializar o pedido para que Maia deixe de ser o relator da PEC 257 nesta quarta-feira (19).

WhatsApp Image 2017-04-19 at 17.01.16

Depois da invasão dos policiais e toda confusão na Câmara dos Deputados, Arthur Maia divulgou um esboço do parecer sobre as mudanças na PEC 287. Ele propôs a idade mínima 62 anos para as mulheres se aposentarem e manteve 65 anos para os homens. O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES) e vice-presidente da Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol),Jorge Emílio Leal, que acompanhou de perto a invasão à Câmara dos Deputados, acredita que a manifestação atingiu seu objetivo.

“Já causamos um impacto, só que o movimento vai continuar. Nós iremos mostrar que o operador da segurança pública brasileiro está insatisfeito. Não concordamos e não aceitamos essa aberração que o Governo Federal está fazendo com o trabalhador do país”, pontuou.

A UPB no Espírito Santo disponibilizou dois ônibus e os profissionais capixabas saíram em caravana para Brasília. Eles participaram ativamente da manifestação que entrou para a história da segurança pública do país. O Sindipol/ES parabeniza a todos pela participação, mas lembra que a luta continua.

Aposentados capixabas mostram força em Brasília

Os policiais civis capixabas aposentados foram maioria na caravana que saiu de Vitória. Em Brasília, os aposentados mostraram ter consciência política e social. Entenderam que essa reforma é prejudicial para todos os policiais, ativos ou inativos e foram à luta. O Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo parabeniza os aposentados pela postura e disposição, mas lembra que outras batalhas estão por vir e toda categoria precisa se manifestar.

“Se nós ficarmos inertes e omissos seremos atropelados. É um massacre contra o trabalhador brasileiro essa proposta do Governo Federal”, alertou Jorge Emílio Leal.

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS!!!