delegacia-de-goiabeiras-e-mais-uma-a-apresentar-pessimas-condicoes-na-capital

Ratos, baratas e mosquitos são apenas alguns dos problemas enfrentados pelos policiais civis e pela população na 8ª delegacia de polícia de Goiabeiras, em Vitória. A situação foi constatada durante inspeção sindical realizada na última sexta – feira (14), pelo presidente do Sindipol/ES, Jorge Emílio Leal, e pelo diretor financeiro, Aloísio Fajardo.

A delegacia de Goiabeiras passou por uma reforma e ampliação em janeiro de 2012. Alguns anos depois, a unidade policial voltou a apresentar as mesmas precariedades. Mofos, infiltrações, falhas na rede elétrica e hidráulica são alguns dos problemas evidenciados.

Com a grande presença de mosquitos no local, a unidade se tornou um potencial foco de dengue, colocando em risco a vida dos policiais civis e de todas as pessoas que recorrem à delegacia em busca de atendimento.

O efetivo

A 8ª DP possui uma circunscrição composta por 12 bairros, que se somados, possuem uma população de aproximadamente 140.000 pessoas, demandando uma grande carga de trabalho para a equipe composta por apenas cinco policiais: um delegado, um escrivão e três investigadores.

Em março de 2016 a diretoria do Sindipol/ES realizou uma inspeção sindical na unidade e constatou os problemas. Na ocasião, os representantes sindicais denunciaram a situação e encaminharam ofícios aos órgãos competentes cobrando a resolução do problema evidenciado.

Sindipol/ES vai continuar na luta                 

“A situação encontrada é lamentável. Como organização sindical representante de toda categoria vamos continuar lutando para que os problemas sejam resolvidos. Vamos oficiar, denunciar na imprensa, fazer de tudo para que essa situação não permaneça, sempre com o objetivo de construir uma polícia civil cada vez mais eficaz e cidadã”, disse, Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES.

Clique aqui e veja as fotos da inspeção realizada

 

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS