dia-do-investigador-de-policia-homens-e-mulheres-que-defendem-a-sociedade-capixaba

Hoje, 28 de julho, é comemorado em todo Estado do Espírito Santo o Dia do Investigador de Polícia. A data é celebrada desde o ano de 2008, quando os investigadores Francisco Lacerda Aguiar de Carvalho (o “Chiquinho”),  Aloísio Fajardo e Jânio Jacinto Araújo encaminharam ao Deputado Euclério Sampaio um projeto de lei sugerindo a homenagem.

O Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES) parabeniza todos esses profissionais que doam suas vidas em prol de toda sociedade capixaba.

lei dia do investigador

Atualmente, a diretoria do Sindipol/ES é composta por profissionais de diversos cargos da PC/ES, entre eles, o de investigador. O presidente da Organização Sindical, Jorge Emílio Leal, é um dos investigadores que fazem parte do colegiado. Ele comenta sobre a atual situação do cargo.

“Hoje todos os policiais civis sofrem com péssimas condições de trabalho e fatores que atentam contra o princípio da dignidade da pessoa humana. Vale lembrar, que, o último concurso para o cargo de investigador ocorreu no ano de 1993. Com isso, sem condições e sem efetivo, nossos companheiros se desdobram diuturnamente para prestar um serviço de qualidade à população”, disse.

O cargo de investigador é composto por homens e mulheres que são responsáveis pelas investigações no cotidiano, nas ruas, nas mais diversas situações desfavoráveis, a fim de buscar indícios e materialidade de ações delituosas para o levantamento de provas a serem inseridas nos inquéritos policiais. Um serviço de grande importância, mas que carece de investimentos por parte do governo.

“Hoje todos os policiais civis atuam sem qualquer reconhecimento por parte do Governo. Gostaríamos de agradecer ao deputado Euclério, autor desse projeto que homenageia o Investigador de Polícia. Toda homenagem a este profissional, assim como, aos demais cargos da polícia civil é válida, pois quem combate o crime merece homenagens. Parabéns a todos nós investigadores”, completou, Jorge Emílio.

 

 

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS