vergonha-votos-de-deputados-capixabas-ajudam-a-manter-a-corrupcao-institucionalizada-no-brasil

Os deputados capixabas Marcus Vicente (PP) e Lelo Coimbra (PMDB) votaram pela rejeição da denúncia de corrupção passiva da Procuradoria Geral da República contra Michel Temer, na noite de ontem (02). Com isso, o atual presidente se livrou de responder a processo no Supremo Tribunal Federal (STF).

Os parlamentares foram os únicos da bancada capixaba que votaram contra a denúncia ao presidente da república.

O voto dos dois políticos capixabas contribuiu mais uma vez para a permanência da corrupção institucional no país. Isso por que Temer foi denunciado por crime de corrupção passiva por ter sido citado na operação lava jato. Essa é a segunda vez que os deputados federais Marcus Vicente e Lelo Coimbra votam contra o povo brasileiro e a favor do atual Governo. Eles já haviam votado pela aprovação da Reforma Trabalhista, não em benefício dos trabalhadores; mas ao que se demonstra, pela nova legislação aprovada em benefício do patrão/empregador, parcela com a qual os parlamentares tem grande comprometimento diante da relação dos doadores e fornecedores de campanha divulgadas no site do Tribunal Superior Eleitoral, na página prestação de contas eleitorais.

Os deputados aprovaram por 263 a 227 o relatório que recomendou ao plenário a rejeição da denúncia ao presidente. Os parlamentares que votaram “Sim” foram a favor da rejeição e os que votaram “Não”, contra.  Veja como votou cada deputado.

A denúncia

Com base nas delações premiadas de executivos do grupo J&F, que controla a JBS, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou Temer ao STF pelo crime de corrupção passiva. Esta é a primeira vez que um presidente da República é denunciado à Corte no exercício do mandato.

Em março deste ano, o ex-assessor do presidente e ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) foi filmado saindo de um restaurante em São Paulo, com uma mala contendo R$ 500 mil. Segundo a PGR, o dinheiro era parte de propina e destinava-se a Temer.

Temer rejeitado por quase 100% dos brasileiros

No início deste mês, a pesquisa Vox Populi apurou que 95% dos entrevistados consideram negativo o desempenho do Governo. A pesquisa também apontou que 93% dos brasileiros queriam o afastamento do presidente pela Câmara dos Deputados, o que acabou não ocorrendo, e contou com a colaboração dos dois deputados federais capixabas.

Empresas investigadas financiam campanha de deputados capixabas

A JBS, responsável pela divulgação de escândalos no país é justamente uma das maiores financiadoras de campanha dos políticos, dentre eles, os deputados Marcus Vicente e Lelo Coimbra figuram como destinatários deste apoiador, segundo relação divulgada no site do TSE. O primeiro recebeu da empresa cerca de R$ 205.000. Já o segundo, R$ 100.000.

De acordo com o site do TSE, outras empresas investigadas na operação lava jato e que financiaram a campanha de políticos, entre eles, o deputado Lelo Coimbra, foram as construtoras OAS e Andrade Gutierrez. 

Veja os apoiadores de Marcus Vicente

Veja os apoiadores de Lelo Coimbra

A população é contra esse governo corrupto. Denúncias e escândalos aparecem a todo momento. Esse é um governo que só trabalha para prejudicar a classe trabalhadora em benefício aos banqueiros, investidores e grande empresariado, haja vista, a aprovação da Reforma Trabalhista. Agora para terminar de massacrar a classe trabalhadora no país, querem empurrar a Reforma da Previdência, não bastasse os quatros aumentos de combustíveis no período de um mês, aumento das contas de água e esgoto e demais impostos, afrontando com isso a defasagem salarial do trabalhador. Isso é inadmissível.

2018 está logo aí. Que venham as eleições e que a classe trabalhadora brasileira esteja atenta a essa politicalha.

 

 

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS