dependencia-quimica-sindipoles-fecha-parceria-com-a-acordeq

O Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES) fechou mais uma importante parceria. Desta vez, com a Associação Capixaba de Orientação e Recuperação de Dependentes Químicos (Acordeq), presidida pelo investigador de polícia Augusto Costa.

Com o Convênio firmado, os sindicalizados que tiverem parentes, amigos, ou pessoas próximas vítimas da Dependência Química, terão descontos de até 50% na Comunidade Terapêutica Feminina (COTEF), localizada em Piúma, sul do Estado.

Jorge Emílio Leal, presidente do Sindicato dos Policiais Civis do ES Sindipol/ES; Alberto Mário Poltronieri, presidente do Sindicato dos Psicanalistas (Sindpes); Alberto Costa, presidente da Associação Capixaba de Orientação e Recuperação de Dependentes Químicos (Acordeq)
Jorge Emílio Leal, presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo ES (Sindipol/ES); Alberto Mário Poltronieri, presidente do Sindicato dos Psicanalistas (Sindpes); Augusto Costa, presidente da Associação Capixaba de Orientação e Recuperação de Dependentes Químicos (Acordeq)

Dependência Química                   

Considerado um transtorno mental, além de um problema social pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a Dependência Química é tida como doença crônica, que comumente atinge indivíduos que fazem o uso constante de drogas (álcool também é droga). O portador desse tipo de doença acaba por não conseguir conter o vício, afetando sua vida psíquica, emocional, física, familiar e, consequentemente, a vida social.

Mas o que é a COTEF?

 cotef

Com o lema, “VOCÊ SAI DAS DROGAS DO MESMO JEITO QUE ENTROU: DIZENDO SIM”, a COTEF é uma comunidade terapêutica de acolhimento de mulheres usuárias de drogas, sejam elas lícitas ou ilícitas.

Pioneira no Estado, a instituição é organizada em nível multi e interdisciplinar e conta com um quadro de profissionais altamente qualificado: Médicos, Psicólogos, Psicanalistas, Terapeutas Familiares, Assistentes Sociais, Conselheiros Terapêuticos, Educadores Sociais e outros.

O tratamento inicial é de seis meses, podendo estender – se até um ano. Toda programação é realizada em um local com ótima estrutura, totalmente equipado para receber as Pacientes. A COTEF visa após a realização deste programa humano – terapêutico, incluir novamente a pessoa na sociedade, melhorando seu convívio familiar, sua saúde e seu bem – estar.

Saiba mais sobre a COTEF, entre em contato pelos telefones: (27) 3065 5002 ou (27) 9 9642 6345. Confira a página no Facebook. 

A dependência química pode ser controlada !

 

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS

2 COMENTÁRIOS