sindipoles-declara-apoio-aos-policiais-civis-do-maranhao

O Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES) declara publicamente total apoio a luta dos amigos do Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão – SINPOL-MA contra o tratamento de abandono pelo Governo Flávio Dino com a Polícia Civil.

Para o Sindipol/ES que representa os policiais civis capixabas, o descaso com a segurança pública do governo maranhense não pode ser admitido pela categoria policial civil. Os policiais do Maranhão estão desmotivados e sem perspectiva, já que falta estrutura, contingente causada pela ausência de concurso público,  valorização salarial e diversos outros motivos que só precarizam a instituição tão importante para manter todo o sistema de segurança pública funcionando. Sem o amplo apoio e investimento do governo, a polícia civil não será eficaz e cidadã.

O Sindipol/ES declara publicamente apoio aos amigos maranhenses por que sabe que, apesar de todas as dificuldades, a Polícia Judiciária do Maranhão desenvolve um excelente trabalho de inteligência em suas investigações e já desmantelou várias organizações criminosas que atuam no estado, um exemplo mais recente foi à apreensão recorde de drogas do ano e da história da Polícia Civil do Maranhão, feita no dia 22 de agosto pela equipe da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (SENARC). Foram cerca de 3,2 toneladas de maconha prensada.

O Sindipol/ES se solidariza com os Policiais Civis do Estado do Maranhão, representados pelo SINPOL-MA, na luta travada contra o governo Flávio Dino.

No Espírito Santo não é diferente. O estado tem um policial civil para cada 1.792 habitantes. Uma defasagem no quadro operacional que já atinge um nível superior a 59%. Além disso, delegacias de norte a sul apresentam condições precárias, ambientes insalubres que oferecem risco aos policiais civis e aos cidadãos que procuram atendimento. Assim como no Maranhão e Espírito Santo, policiais civis de todo o Brasil estão sofrendo com a precarização da Polícia Judiciária.

O Sindipol/ES reforça que a Polícia Civil capixaba vive uma crise agravada por anos sem investimento e valorização. Os movimentos sindicais precisam estar unidos para combater o descaso e a omissão por parte dos governos estaduais em relação a Polícia Judiciária de todo o país.

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS!!!