diretoria-do-sindipoles-inspeciona-delegacias-de-jardim-america-e-campo-grande

O presidente do Sindicato dos Policiais do Espírito Santo (Sindipol/ES), Jorge Emílio Leal, e o vice-presidente Humberto Mileip, realizaram nesta quarta-feira (25) uma inspeção sindical no prédio onde funcionam as delegacias de Jardim América e Campo Grande, localizado na BR 262, em Cariacica.

No local foi constatado a precariedade das instalações físicas nessas unidades policiais, responsáveis por operacionalizar a polícia judiciária estadual nas suas competências de apuração das infrações penais, diligências e investigações, além do registro do boletim de ocorrência policial, lavraturas de termos circunstanciados, inquéritos policiais e prisões em flagrantes.

Ademais, a Polícia Civil também é responsável por operacionalizar o sistema de justiça criminal por meio do cumprimento de mandados de busca, apreensão e prisão para dar suporte ao poder judiciário e ao Ministério Público, além atender as demandas oriundas das agências do sistema de segurança pública, em âmbito municipal, estadual e federal, quais sejam, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, Sistema Prisional, Guarda Municipal, demandas da própria delegacia e a sociedade como um todo.  

As unidades policiais inspecionadas encontram-se em total estado de abandono, o que prejudica a sua principal atividade que é a defesa social no atendimento ao cidadão vítima de crimes, criminosos e a criminalidade, situação caótica que potencializa a sensação de insegurança social e o sentimento de impunidade e violência.

Apesar de as polícias civis do Brasil estarem em rota de colisão com a eminente extinção, em virtude da ausência de investimentos, falta de recursos materiais e humanos, e nenhuma valorização dos profissionais, a instituição policial civil ainda resiste por meio de ações contundentes dos valorosos profissionais que mesmo desmotivados, sem o mínimo de condições que respeitam a dignidade da pessoa humana, trabalham com afinco em prol da sociedade.

No caso da delegacia de Jardim América a circunscrição é composta por 38 bairros e conta com apenas um escrivão de polícia, três investigadores e somente duas viaturas caracterizadas funcionando para atender toda a demanda gerada naquela localidade.

A delegacia de Jardim América está sem delegado de polícia em seu quadro organizacional, em que quem responde como autoridade policial é o delegado da unidade policial de Campo Grande, que funciona no mesmo prédio.

Noutra senda, a delegacia de Campo Grande também tem uma circunscrição de atendimento que contempla a mais 38 bairros e conta com um efetivo policial de um delegado titular, um escrivão de polícia, um escrivão ad hoc, três investigadores, um agente de polícia e duas viaturas caracterizadas funcionando.

A demanda gerada no atendimento ao público pelas duas delegacias acomodadas naquele pardieiro contabiliza o número mensal de 35 termos circunstanciados, 1000 boletins de ocorrências policiais e 30 inquéritos policiais.  O serviço burocrático é de alta demanda o que gera sobrecarga de trabalho aos policiais civis que não tem como realizar diligências e investigações por conta de todo esse caos e procedimentos burocráticos enraizados.

O excesso de trabalho, a falta de estrutura e as condições mínimas para desenvolver suas atividades são fatores adversos que os policiais civis daquelas unidades vêm enfrentando, agravando-se pelo ambiente deficitário, até mesmo como o que foi constatado na inspeção sindical, pois todos que ali trabalham ou procuram enquanto cidadãos vitimas de crimes se quer tem cadeiras para sentar, haja vista que os referidos móveis se encontram em grande maioria quebrados, em total estado de abandono.

Há realmente a necessidade de uma ação estruturante dentro de uma política de estado que trate com respeito e seriedade a segurança pública e principalmente a polícia judiciária estadual que clama por socorro. Se nós não temos o mínimo de respeito e segurança para trabalhar, como poderemos defender e salvaguardar terceiros?

 

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS