sindipoles-cobra-concurso-publico-e-a-regulamentacao-do-retorno-dos-aposentados

Na reunião que aconteceu na Chefatura, atendendo aos pedidos do Sindipol/ES, o delegado Guilherme Daré, disse que o governo vai publicar nos próximos dias o Decreto que regulamenta o retorno dos policiais civis aposentados ao trabalho. O Chefe de Polícia também garantiu que haverá concurso Público para a Polícia Civil capixaba em 2018.

Preocupado com o sucateamento da polícia judiciária e a consequente precarização do serviço prestado pela Polícia Civil a população do Espírito Santo por causa da defasagem no quadro operacional, o Sindicato dos Policiais Civis do estado (Sindipol/ES) vem cobrando, desde o ano passado, uma resposta do governo em relação a Lei Complementar que estabelece o retorno dos profissionais aposentados da PC/ES.  

Apesar do Sindicato que representa toda categoria policial civil entender que essa é uma medida paliativa que não pode virar regra, o Sindipol/ES propôs ajudar e está atento as diretrizes que regulamentam a volta dos policiais em caráter emergencial. Para o presidente do Sindipol/ES, Jorge Emílio Leal, da forma que foi apresentada, a Lei Complementar contraria pontos que o sindicato não abre mão.

“Basicamente quatro questões. A jornada de 40 horas semanais, a falta de limitação do tempo do serviço voluntário e a não definição das atividades-fins, além de uma melhor remuneração. Acreditamos enquanto organização sindical que a carga horária é elevada para os aposentados. 30 horas semanais seria satisfatório. Além disso, a LC previa o trabalho “voluntário” de dois anos, podendo ser prorrogado por iguais períodos sem limitação, o que vai na contramão do concurso público. Não concordamos com isso, por isso, estamos fiscalizando o andamento e ajudando na elaboração das diretrizes que regulamentam o retorno dos policiais aposentados”, explicou Jorge Emílio Leal.

As reivindicações do Sindipol/ES surtiram efeito. Em reunião com a diretoria do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo, o delegado Guilherme Daré, Chefe de Polícia, garantiu que a Regulamentação da Lei Complementar será publicada nos próximos dias, respeitando as ponderações do Sindicato.

CONCURSO PÚBLICO

Outra reivindicação defendida há anos pelo Sindipol/ES deve, enfim, sair do papel. O Chefe de Polícia garantiu que o pedido do Sindicato dos Policiais Civis será atendido e, ainda esse ano, deverá ter concurso público para a Polícia Civil capixaba.

O Sindipol/ES lembra que a defasagem do quadro operacional da Polícia Civil do estado é de 60% e, no caso da Polícia Técnico Científica, supera 80%, o que sobrecarrega os policiais civis nas delegacias e prejudica o serviço prestado a população.

A diretoria do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo agradece a nobreza da atual administração da Polícia Civil do estado, em reconhecer a necessidade das demandas apresentada por esta organização sindical, frente a realidade de caos e sucateamento que vem precarizando o serviço de polícia judiciária no estado do Espírito Santo, principalmente as investigações e os trabalhos operacionais.

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS!!!!