sindipoles-se-reune-com-deputado-gilson-lopes-e-com-o-secretario-da-casa-civil-jose-carlos-da-fonseca-junior

A diretoria do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES) esteve reunida na última quinta-feira (01) com o presidente da Comissão de Segurança da ALES, deputado estadual Gilson Lopes, e com o secretário da Casa Civil José Carlos Fonseca Junior. O encontro ocorreu no Palácio da Fonte Grande, onde foram abordados vários assuntos de demandas emergenciais da categoria policial civil.

Dentro dos vários pontos debatidos pelo presidente Jorge Emílio Leal, o diretor financeiro Aloísio Duboc, e o diretor dos aposentados Edimar Nunes junto ao Governo estiveram antigas questões da pauta de reivindicações do Sindipol/ES: incorporação das 12 horas da escala especial; reconhecimento do tempo de serviço de ex-policiais militares e civis que mudaram de cargo; reconhecimento equivalente da moléstia grave para alteração da Lei 657; retorno voluntário dos aposentados para trabalhar no setor administrativo da Polícia Civil; a questão da portaria nº 011 que regulamenta a aposentadoria por invalidez; abertura do HPM aos policiais civis; o trabalho dos policiais civis na divisa do Estado, devido à intervenção federal no Rio de Janeiro, sem qualquer amparo ou mínimas condições que garantam a dignidade da pessoa humana, com a devida folga e remunerações devidas; a questão dos fotógrafos criminais; a questão dos sub delegados de polícia; dentre outros pontos.

Conforme a conversa durante a reunião, o secretário José Carlos da Fonseca e o deputado Gilson Lopes informaram para a diretoria do Sindipol/ES que o Governo do Estado está sensível as demandas da Polícia Civil, principalmente sob a ótica de que no momento mais difícil de crise na segurança em que a sociedade passou, o Sindipol/ES e os policiais civis deliberaram por dar continuidade no cumprimento de sua missão, em defesa da sociedade.

Por isso, a diretoria do Sindicato espera o devido reconhecimento e valorização da categoria policial civil, em razão da responsabilidade e comprometimento com as atribuições da atividade policial.

“O Sindipol/ES vem sempre lutando em prol de uma polícia civil mais eficaz e cidadã, com o profissional, operador da segurança pública valorizado e reconhecido como herói”, disse, Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES.

 

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS