inspecao-sindical-falta-combustivel-para-viaturas-em-bom-jesus-do-norte

A diretoria do Sindicato dos Policiais Civis (Sindipol/ES) foi ao interior do Estado ver de perto as condições de trabalho na delegacia de Bom Jesus do Norte. Na unidade, além de faltar combustível para as viaturas, também falta estrutura e policiais para investigar crimes.

R$ 500 reais. Essa é a cota mensal para abastecer as viaturas da unidade de Bom Jesus do Norte. A delegacia possui duas viaturas e a cota de combustível, geralmente, acaba em uma semana. Os policiais precisam pedir complemento de cota, mas não são atendidos, o que compromete o serviço de investigação e do cartório da unidade. A delegacia possui duas viaturas, uma descaracterizada e outra que está quebrada em Mimoso do Sul.

A delegacia de Bom Jesus do Norte fica perto da cidade de Bom Jesus do Itabapoana, no Rio de Janeiro, onde a segurança deveria ser redobrada, já que o Estado carioca passa por uma intervenção Federal na segurança pública.

“O Espírito Santo aumentou a segurança na divisa com o Rio de Janeiro, mas a delegacia de Bom Jesus do Norte tem as condições mínimas para funcionar. Os policiais não possuem estrutura para atuar em defesa da sociedade”, frisou Humberto Mileip, vice-presidente do Sindipol/ES.

A situação da delegacia de Bom Jesus do Norte é reflexo da falta de investimentos e valorização da Polícia e do policial civil do Espírito Santo. O Sindipol/ES vem denunciando a precariedade da instituição que, atualmente, sofre com mais de 60 % de defasagem no quadro de policiais.

Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES
Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES

 

“A situação da Polícia Civil do Espírito Santo é de calamidade. Vivemos uma crise sem precedentes causada pela falta de investimentos. Nossos policiais estão sobrecarregados e dando o sangue para manter os serviços prestados a população”, acrescentou o presidente do Sindipol/ES, Jorge Emílio Leal.

 

Veja fotos

 

 JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS!!!