sindipoles-inspecao-sindical-em-baixo-guandu

Um policial civil para cada 3.736 habitantes e o mesmo delegado respondendo por três unidades. Foi o que constatou a inspeção sindical do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo na última sexta-feira (04) na delegacia de polícia de Baixo Guandu. A situação encontrada é cada vez mais comum no Estado.

O local foi inspecionado pelo presidente do Sindipol/ES, Jorge Emílio Leal, e pelo vice-presidente Humberto Mileip. Ao todo, a DP conta com seis investigadores, um escrivão e um delegado, responsável por outras duas unidades. Ao todo, são atendidos 18 bairros, além de toda zona rural do município. São 29.891 mil habitantes em toda cidade, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE).

índice

São registrados mensalmente 20 boletins de ocorrência e 17 termos circunstanciados, um alto número.  A média anual de inquéritos também é grande, 250.

Outro fator que chama atenção é a baixíssima cota para gasolina. São quatro viaturas caracterizadas, mas uma está quebrada por falta de manutenção.  A DP também possui um veículo caracterizado. O valor mensal destinado a cada viatura é de apenas R$ 500, 00 o que não dá sequer para os 15 primeiros dias do mês. Vale lembrar, que os policiais percorrem todo município, a zona rural e ainda comparecem a capital pelo menos uma vez por semana. Ou seja, com o alto preço da gasolina, o valor concedido é muito baixo.

O presidente do Sindipol/ES, Jorge Emílio Leal (esq.) e o vice-presidente Humberto Mileip (dir.), durante inspeção sindical em Baixo Guandu.
O presidente do Sindipol/ES, Jorge Emílio Leal (esq.) e o vice-presidente Humberto Mileip (dir.), durante inspeção sindical em Baixo Guandu.

“A estrutura da delegacia de uma forma geral é boa, mas há infiltrações no teto e os aparelhos de ar condicionado não funcionam. O efetivo também não é o ideal. A situação encontrada nas delegacias de norte a sul do Estado é preocupante. Precisamos de uma política de Estado realmente estruturante”, disse o presidente do Sindipol/ES, Jorge Emílio Leal.

Para o vice presidente do Sindipol/ES Humberto Mileip, o trabalho de inspeção sindical é de extrema importância pois ajuda a mostrar a verdadeira situação da PC/ES.

“O trabalho de inspeção sindical é muito importante, pois desvenda a verdadeira face da polícia civil que vem sendo escondida pelo Estado, que tenta ressaltar a face positiva do comprometimento da categoria policial com sua missão policial, e esconder a face negativa de caos e insegurança que passam os profissionais. Hoje a situação encontrada, infelizmente é de total abandono”, afirmou.

Veja as fotos da inspeção.

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS