sindipoles-se-reune-com-marcos-do-val

A Diretoria do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES) se reuniu nesta quinta-feira (10) com o instrutor e especialista em segurança pública, Marcos do Val. O encontro que ocorreu na Sede Administrativa do Sindipol/ES serviu para discutir sobre as atuais condições dos policiais capixabas e o trabalho desenvolvido em prol da sociedade.

Na reunião, os diretores sindicais abordaram temas como as péssimas condições estruturais de trabalho e valorização profissional, face ao baixo efetivo e a ausência de treinamentos, formação e qualificação continuada na atividade policial.

Humberto Mileip, vice presidente do Sindipol/ES.
Humberto Mileip, vice-presidente do Sindipol/ES.

“Notório se faz saber que atualmente a polícia civil não tem condições mínimas razoáveis de atender as demandas da sociedade, do poder judiciário, do Ministério Público, de outras agência policiais e órgãos de segurança, pois toda essa grande demanda se afunila em uma polícia civil desmantelada pela falta de investimento, estrutura física deficitária, parcos recursos materiais e grande defasagem do quadro organizacional. Motivos pelos quais a instituição policial carece de uma política de Governo realmente estruturante, com valorização devida e respeito aos profissionais”, disse o vice-presidente, Humberto Mileip.

Marcos do Val e a segurança pública

Do Val é um dos principais defensores do trabalho da polícia, sendo hoje um dos grandes nomes no mundo, quando o assunto é o treinamento dos profissionais da segurança pública. Prova de sua popularidade são seus quatro milhões de seguidores nas redes sociais e a sua atuação profissional entre as várias agências policiais no Brasil e nos EUA.

Mas tudo começou muitos anos atrás. Desde o ano 2000, Marcos atua como instrutor da SWAT em imobilizações táticas, abordagens táticas, retirada de suspeitos em veículos e outros procedimentos. Em 2003, por exemplo, recebeu o título de Membro Honorário da SWAT. Até hoje se destaca por ser um dos principais profissionais na área de treinamento. O especialista também deu aula na Academia de Polícia Civil do Espírito Santo.

do val meio

Além de vários policiais civis capixabas, o especialista também tem entre os alunos, profissionais da SWAT, NASA, FBI, NAVY SEALS, VATICANO e mais de 120 corporações policiais e de segurança espalhadas por diversos países como E.U.A, China, França, Espanha, Luxemburgo, Bélgica, Croácia, Itália, Portugal, Argentina, Chile, Paraguai, Uruguai, Equador, Colômbia, Brasil e outros.

Para o presidente do Sindipol/ES, Jorge Emílio Leal, debates sobre a segurança são essenciais para a sociedade e o aprimoramento dos profissionais de segurança pública, a fim de se alcanças uma polícia mais eficaz, cidadã, estruturada, valorizada e reconhecida pela sua importância na defesa social.

Marcos do Val, o presidente do Sindipol/ES, Jorge Emílio Leal e o diretor financeiro Aloísio Fajardo.
Marcos do Val, o presidente do Sindipol/ES, Jorge Emílio Leal, e o diretor financeiro Aloísio Fajardo.

“Discutir os rumos da segurança pública é necessário. Hoje vivemos uma situação crítica no Espírito Santo. Os profissionais são desvalorizados, não possuem condições dignas de trabalho, situação que é muito complicada. O Marcos do Val é um dos principais nomes quando o assunto é segurança pública no mundo. Gostaria de agradecer pelo debate e parabeniza-lo por tudo que tem feito em favor da segurança pública e em prol da sociedade”, disse, Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES.

 

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS

 

Veja as fotos.