delegacia-de-rio-bananal-so-tem-um-policial-civil

A situação é inacreditável. A delegacia de Rio Bananal funciona há três anos com apenas um policial civil  para atender a demanda da cidade. Para completar,  o único policial lotado na unidade entra de licença hoje (14). Como ficará a segurança do município?

O fato foi constatado pelo Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES), na última sexta-feira (11).

O local conta com apenas um investigador de polícia. O delegado responsável fica na Regional de Linhares. Dois estagiários da prefeitura completam o efetivo.

Humberto Mileip, vice-presidente do Sindipol/ES.
Humberto Mileip, vice-presidente do Sindipol/ES.

“Isso é um absurdo. A polícia civil está à beira do colapso. Nosso efetivo está completamente defasado. Uma delegacia com apenas um policial é inadmissível. A situação está pior a cada unidade que inspecionamos”, disse o vice-presidente do Sindipol/ES, Humberto Mileip.

De acordo com o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), Rio Bananal tem aproximadamente 18.892 habitantes. Ou seja, quase 19 mil pessoas são defendidas por apenas um policial civil. 

14

Além do baixo efetivo, a delegacia do município também apresenta alguns problemas. São duas viaturas, uma muito antiga. Uma cota baixa de R$ 500,00 por mês para combustível. Os plantões do Ministério Público e do Judiciário funcionam em cidades diferentes o que dificulta ainda mais na apresentação do menor apreendido.

Ao todo, a DP de Rio Bananal registra cerca de duas mil ocorrências por ano. Em 2017, foram relatados 120 inquéritos.

O presidente do Sindipol/ES, Jorge Emílio Leal afirma que o Sindicato vai tomar todas as medidas judiciais cabíveis.

Jorge Emílio Leal, presidente do SIndipol/ES
Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES

“Estamos cobrando na justiça para que a situação se resolva. Não há explicação para ficar como está. O município tem quase 20 mil habitantes e não pode ter somente um policial civil, sem contar a situação das viaturas. Vamos oficiar a chefia e buscar solucionar esse problema”, afirma.

Veja as fotos.

 

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS