SINDIPOL/ES PEDE DECLARAÇÕES DE POLICIAIS CIVIS APOSENTADOS PARA REVISÃO DE FÉRIAS E FÉRIAS PRÊMIO

Comunicação SINDIPOL-ES | 12/08/2020

news

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo, Aloísio Fajardo, solicitou as declarações ao Departamento de Recursos Humanos (DRH) da Polícia Civil para agilizar os pedidos de indenização referentes a revisão das férias e férias prêmio dos profissionais com publicações de suas aposentadorias a partir de 2015.

Para não atrasar os pedidos de indenização, o presidente do Sindipol/ES pediu que o DRH disponibilize, por bloco, começando por 2015, as certidões ou declarações contendo os períodos de férias e férias prêmio dos policiais civis aposentados.

Depois que o Departamento Jurídico do Sindipol/ES ganhou dezenas de ações judiciais e alertou os policiais civis aposentados sobre o que fazer para ter acesso ao pagamento dos benefícios, houve uma grande procura de declarações e certidões que sobrecarregou o Departamento de Recursos Humanos (DRH) da Polícia Civil. 

Como o Sindipol/ES já possui a listagem com as publicações de aposentadorias a partir de 2015, o presidente Aloísio Fajardo, em acordo com a direção do DRH, já oficiou o Departamento de Recursos Humanos pedindo as declarações. O Sindipol/ES está encaminhando os ofícios referentes a cada ano e aguarda o retorno do DRH para dar prosseguimento as ações.

 

“Definimos junto ao DRH que será mais rápido concentrar os pedidos por bloco. Já enviamos a lista de policiais aposentados em 2015, o DRH emite as declarações e nós já enviaremos a lista de 2016. Assim vamos agilizando os pedidos de indenização por férias e férias prêmio não usufruídas, reparando erros que, provavelmente, se não fossem os advogados do Sindipol/ES, não seriam sequer revelados”, finalizou o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo.

O Departamento Jurídico do Sindipol/ES já venceu mais de 20 ações judiciais sobre férias e férias prêmio. São sentenças favoráveis aos policiais civis que já receberam ou estão aguardando os valores das indenizações. Em apenas uma ação movida pelo Sindipol/ES, ficou definido uma indenização de R$ 27.830 mil reais.

O Departamento Jurídico do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo está à disposição dos sindicalizados. No período de expediente normal, ou seja, de segunda-feira a sexta-feira, das 09 às 17 horas, é possível ter contato com os advogados do Sindipol/ES por telefone. Os atendimentos são feitos por telefone mesmo ou por WhatsApp.

ATENDIMENTO POR TELEFONE

Nº: (27) 99950-1844

Dias: segunda-feira a sexta-feira

Horário: Das 09 às 17 horas

FORÇA,UNIÃO E LUTA