CURSO PARA AUXILIAR NA IDENTIFICAÇÃO E INVESTIGAÇÃO DE CRIMES CIBERNÉTICOS

Comunicação SINDIPOL-ES | 30/11/2020

O Curso oferecido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública visa capacitar agentes do Sistema Único de Segurança para reconhecer principais recursos utilizados pelo cibercrime.

news

O curso “Crimes cibernéticos- noções básicas”, que já está disponível para os profissionais do Sistema Único de Segurança Pública – Susp, ajudará na identificação de delitos cometidos no meio virtual, além de apresentar os recursos tecnológicos mais utilizados pelos criminosos no ciberespaço.

DURAÇÃO E MÓDULOS

O curso, com carga horária de 60 horas/aula, é na categoria de Ensino a Distância (EaD) e está estruturado em seis módulos que abordarão os seguintes temas: ciberespaço e internet, criminalidade no ciberespaço, vestígios digitais e preservação, legislação, investigação e caso concreto de investigação referente a crimes cibernéticos no Brasil.

A capacitação tem o objetivo de passar conhecimentos, habilidades e as atitudes necessárias para os profissionais de segurança pública atuarem com os principais softwares e recursos de buscas eletrônicas. Os agentes ainda serão preparados para orientar as vítimas e a população em geral sobre como se prevenir e se defender em relação aos crimes virtuais.

Os interessados em participar do curso “Crimes Cibernéticos - Noções Básicas” devem se cadastrar na plataforma do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp). Após a validação dos dados do profissional, o Módulo EaD-Segen é adicionado aos sistemas e fica disponível para acesso.

Para quem tem cadastrado no Sinesp, basta entrar no portal com login e senha e acessar a Rede EaD-Segen.

FORÇA, UNIÃO E LUTA