SINDIPOL/ES PEDE INFORMAÇÕES SOBRE 2º DOSE PARA POLICIAIS CIVIS

Comunicação SINDIPOL-ES | 12/05/2021

news

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES) enviou ofícios aos secretários de Saúde e de Segurança do estado, e ao chefe de Polícia, pedindo informações sobre o cronograma de vacinação para a categoria. A imunização para os policiais civis começou há quase um mês.
 

Aloísio Fajardo lembrou no ofício que o primeiro grupo de policiais civis começou a ser vacinado no dia 14 de abril, com a vacina Coronavac. Destacou ainda que a categoria está apreensiva, sem saber se o intervalo entre as doses da vacina será respeitado, uma orientação do próprio fabricante.
 

“Os policiais civis nos procuram apreensivos e buscam saber se haverá estoque de vacina suficiente para imunizar o mesmo número de policiais da primeira etapa. São dúvidas pertinentes que estamos buscando respostas junto às secretarias de Saúde, Segurança e ao gabinete do Delegado-Geral do estado”, explicou o presidente do Sindipol/ES.
 

Diante das divergências políticas em curso no país que comprometem a campanha nacional de imunização contra a Covid-19, o Sindipol/ES também pediu informações nos ofícios para os policiais imunizados com a vacina AstraZeneca.
 

No final de abril, Nésio Fernandes havia explicado durante uma transmissão pela internet, que a Anvisa, o Butantan e o Ministério da Saúde estudavam a possibilidade de ampliar o prazo para a primeira dose da vacina, sem comprometer a eficácia, o que ainda também está sendo discutido por pesquisadores.
 

SITUAÇÃO DO BRASIL

Nesta segunda-feira (10), o Instituto Butantan, parceiro do laboratório Sinovac, e responsável pela etapa final de produção da vacina no Brasil, entregou 2 milhões de doses da vacina ao Ministério da Saúde e disse que novas remessas serão feitas até o final desta semana. Entretanto, o presidente do Instituto explicou que a falta do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) vindo da China pode afetar o cronograma de vacinação no país a partir de junho.
 

"A partir daí não teremos mais vacina porque não recebemos o IFA para que isso possa ser processado. Situação parecida com essa também é enfrentada pela Fiocruz [responsável pela vacina de Oxford/AstraZeneca]. Que também não teve seu IFA liberado. Preocupa para o cronograma de vacinação, não neste momento, mas a partir de junho, que poderá sofrer algum impacto", disse Dimas Covas.
 

O Sindipol/ES continuará atento e trabalhando para imunizar todos policiais civis, repetindo, assim, o sucesso que foi a primeira etapa de vacinação para a categoria.
 

FORÇA, UNIÃO E LUTA!





Endereço: BR-101, S/N - KM 272
Jardim Carapina, Serra - ES, 29161-793 Telefone: (27) 3223-1844



Copyright © All rights reserved | This template is made with by 7SISTEMAS