nota-de-repudio

O Fórum Capixaba de Segurança Pública através de todos os sindicatos integrantes desta entidade (ACS/PMBM – associação de cabos e soldados do ES; Asses – Associação de Sub tenente e Sargento do PM/BM do Estado do Espírito Santo; ASSOMES – Clube dos Oficiais: associação de oficiais militares do ES; SINDASPES – Sindicatos dos inspetores do Sistema penitenciário do ES; SINASES – Sindicatos dos Servidores do Atendimento Socio educativo do ES; Sindagente/ES – Sindicato dos agentes de segurança patrimonial Municipal dos agentes comunitário dos agentes Municipais e dos Guardas Municipais do Estado do Espírito Santo; Sinpef – Sindicato dos Policiais Federais do ES; SinPrf – Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais do ES : representando; Sindipol – Sindicato dos Policiais Civis do ES : Representando; Sigmates – Sindicato dos Agentes de trânsito e Guardas Municipais do Estado do ES; SINDMAES – Sindicato dos Motoristas condutores de Ambulância do Estado do ES; Associação de Militares Praças da Reserva do 38 Bi; Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra seção ES; Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Estado do ES; Sindseg- GV : Sindicatos dos empregadores das empresas de transporte de valor e vigilância e Associação dos Escrivães de Polícia Civil do Espírito Santo – AEPES) REPUDIAM o atentado contra o cantidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, esfaqueado na última  quinta-feira (06) durante ato de campanha em Minas Gerais.
O Fórum Capixaba de Segurança Pública entende que em um país democrático de Direito todos são livres para se expressar politicamente e que essa liberdade deve ser respeitada. A entidade também estima melhoras para o presidenciável.

Patrick Oliveira,
Presidente do Fórum Capixaba de Segurança Pública