instrutor-de-tiro-e-policial-civil-sindicalizado-conheca-mais-sobre-gilsomar-de-jesus

Atirador renomado e com experiência internacional. O investigador de polícia classe especial Gilsomar de Jesus é sem dúvidas um dos principais nomes do tiro esportivo capixaba. Filiado ao Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES), ele é o personagem de hoje da série perfil do sindicalizado.

Sua carreira na Polícia Civil teve início no ano de 2002 ao ingressar na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa. Logo em seguida, passou pela Superintendência de Polícia do Interior, Defraudações, Furtos e Roubos de Veículos e Delitos de Trânsito, onde está até hoje. Em tantos anos de carreira, Gilsomar lembrou alguns casos que marcaram sua trajetória.

“A morte dos dois vigilantes no Shopping Vitória foi algo que me marcou, pela audácia do criminoso conhecido como Gigante. Mas nossa equipe agiu rápido e conseguimos prendê-lo no ABC paulista, em São Paulo. O caso que envolveu o assassinato do juiz Alexandre Martins também foi um que me marcou bastante”.

O investigador já atuou durante longo tempo como professor. Ele é formado em Direito e em Geografia. Na Polícia Civil, a vida acadêmica não ficou de fora. Ele deu aulas na Academia de Polícia, onde formou diversos policiais e membros da Secretaria de Justiça (Sejus). Além de instrutor, Gilsomar também participa de competições profissionais tanto em nível estadual, como nacional, sendo um dos principais nomes nas categorias de Tiro Prático e Defensivo.

“Atualmente atiro em uma divisão chamada Production, onde as armas vem de fábrica e não podem ser alteradas. Atiro no calibre 40 e na 9 mm. Faço parte da Federação Capixaba de Tiro Prático e da Confederação Brasileira de Tiro Prático e de Defensivo”, explicou.

Além de cursos dentro do Espírito Santo, Gilsomar ministrou aulas em diversos Estados como Rio de Janeiro, Bahia, São Paulo e Minas Gerais.

 

d15f171a-5b17-4bbc-b99f-55b3c81801a3
Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES, com o investigador de polícia Gilsomar de Jesus

Experiência internacional

Para cada vez mais adquirir experiência, nada melhor do que treinar com quem é referência no assunto. Gilsomar teve essa oportunidade. O investigador participou de um curso nos Estados Unidos onde ficou um mês em treinamento junto com a Swat. Na ocasião, aprendeu técnicas de Sniper e de incursão em locais com grandes riscos. Ele destacou a importância do treinamento. “Pude aprender bastante e trazer essas experiências para os nossos cursos na Polícia Civil”

Sindipol/ES parabeniza sindicalizado pela carreira

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES), Jorge Emílio Leal, parabenizou o amigo e enalteceu sua brilhante carreira.

“Gilsomar é uma grande pessoa, além de ser um grande policial. Hoje é um dos melhores instrutores de tiro do país, e temos a honra de tê-lo aqui em nosso estado. Gostaria de parabeniza-lo pela brilhante carreira não somente como policial civil, mas também como instrutor e professor”, disse.

 

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS