plantao-da-delegacia-de-cariacica-e-transferido-para-vila-velha

Depois de muitos pedidos do Sindipol/ES, a 4º Delegacia Regional de Cariacica vai passar por uma reforma. A estrutura física da unidade estava em péssimas condições e levando risco aos policiais e cidadãos. Apesar da necessidade da obra, a mudança da delegacia para outra cidade pode ser um problema para a população.

Por causa da reforma na 4º Delegacia Regional de Cariacica, o expediente da unidade passa a funcionar no 9º Distrito Policial de Cobilândia, em Vila Velha. A mudança passou  a valer a partir da última quarta-feira (17/04). Com isso, o morador de Cariacica e os policiais devem registrar ocorrências e encaminhar conduzidos ou presos em flagrante para a delegacia de Cobilândia.

CONDIÇÕES PRECÁRIAS

A Regional de Cariacica foi inspecionada pelo menos duas vezes pela atual diretoria do Sindipol/ES, que registrou a falta de espaços para guardar materiais apreendidos e paredes com mofo e infiltração na unidade.

Além disso, veículos apreendidos se amontoavam na delegacia acumulando água, o que gerou uma infestação de mosquitos. Pela falta de um pátio, veículos apreendidos ou recuperados ficavam na rua e em um terreno baldio. Muitos foram depenados por criminosos na porta da delegacia.

A regional é a mesma unidade onde em junho de 2018, um empresário de 69 anos, após ter seu carro recuperado de um assalto, foi novamente roubado em frente a unidade enquanto registrava o boletim de ocorrência.

DISTÂNCIA PODE ATRAPALHAR POPULAÇÃO

Apesar da reforma ser urgente, o Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo lembra que a transferência da delegacia para Cobilândia significa deslocar a população de Cariacica para outro município.  

“Assim como aconteceu na Serra, na delegacia de Novo Horizonte que foi para Jacaraípe, o morador de Cariacica vítima de algum crime vai percorrer uma distância considerável para registrar uma ocorrência. Sabemos que era extremamente necessária a reforma da delegacia, mas também é preciso pensar no deslocamento da população”, pontual Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES.

Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES
Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES

O Sindicato dos Policiais Civis não foi informado do custo da obra e quando a delegacia de Cariacica volta a funcionar em Campo Grande.

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS!!!