1-de-maio-dia-do-trabalhador

A homenagem comemorada não só no Brasil, mas também em vários países é um feriado nacional dedicado a celebrações, passeatas e manifestações.

O Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES) parabeniza todos os trabalhadores, em especial, os policiais civis capixabas que mesmo trabalhando em péssimas condições sem valorização, seguem exercendo seu dever com toda honra e coragem em defesa da sociedade.

Apesar de ser um dia de celebração, hoje, os trabalhadores brasileiros não têm muito que comemorar. Com a reforma trabalhista aprovada, os trabalhadores do país perderam direitos importantes que foram conquistados.

Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES
Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES

O Sindipol/ES tem lutado para garantir os direitos e prerrogativas da categoria Policial Civil. A diretoria esteve na linha de frente em Brasília nas manifestações que derrubaram a reforma da Previdência do então presidente Michel Temer.

O presidente do Sindipol/ES reforça que a luta continua, já que vem por aí outra proposta de reforma da Previdência.

“Muitos trabalhadores foram prejudicados e podem ser ainda mais. O Sindipol/ES como única organização sindical representante da categoria da Polícia Civil do Espírito Santo tem lutado para garantir que todos os direitos e prerrogativas sejam respeitados. Parabéns a todos os trabalhadores, em especial, aos policiais civis que todos os dias, mesmo diante das dificuldades, tem garantido o atendimento e a segurança da população”, disse, Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES.

 

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS!!!