vacinacao-contra-gripe-termina-na-proxima-sexta-feira-31

Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo reforça a importância da imunização. De acordo com especialistas, existem muitos vírus da gripe circulando e a vacina diminui os índices de complicação e internação.

No Espírito Santo a meta é vacinar 932.907 pessoas, 90% do público-alvo. Os policiais civis estão no grupo prioritário e podem se vacinar em qualquer unidade de saúde do estado. O policial precisa apresentar o documento que comprove a condição de Policial Civil na ativa e deve estar na faixa etária até 59 anos.

Desde 2017, o Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES) pedia ao Ministério da Saúde a inclusão permanente dos policiais civis de todo o Brasil no grupo prioritário de vacinação.

“Sobravam doses de vacinas contra a gripe no Espírito Santo e os policiais civis continuavam fora do público alvo. Explicamos ao Ministério da Saúde que os policiais brasileiros já sofriam com a falta de investimentos na instituição Polícia Civil, com a falta de valorização e estavam correndo risco de ficarem doentes por omissão do poder público”, explicou Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES.

SINTOMAS DA GRIPE

Os sintomas da gripe são agudos, ou seja, surgem de repente. A pessoa começa a se sentir mal, logo vem a dor de garganta, muita dor no corpo, febre alta prolongada e tosse. Muitos sintomas da gripe são semelhantes ao do resfriado, que também causa tosse e coriza, apesar do paciente não ficar tão prostrado e às vezes nem apresentar febre.

Em alguns casos, a infecção pelo vírus influenza pode evoluir para um quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), em que o paciente apresenta sintomas gripais associados a uma forte dificuldade de respirar.

Apesar de parecer simples, a doença, em suas mais diversas variações de vírus, pode trazer complicações e levar a óbito, daí a importância de se prevenir da doença, principalmente por meio da vacinação.

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS!!!