deputados-aprovam-recomposicao-salarial-para-policiais-civis-do-es

A proposta de recomposição salarial e da incorporação da escala especial do governo do Espírito Santo foi aprovada nesta quarta-feira (11) pelos deputados estaduais. A diretoria do Sindipol/ES esteve presente no Plenário da Assembleia Legislativa.

Praticamente por unanimidade os parlamentares capixabas aprovaram a proposta aceita pelos policiais civis na última semana. Foram 26 votos, 25 a favor e uma abstenção.  Com isso, conforme decidido na Assembleia, o percentual de recomposição já deve constar nos contracheques de março. Além do percentual de recomposição, com a incorporação de 6 horas na escala especial no final de 2022, o ganho real nos salários dos policiais civis pode chegar a 17,11%.

A proposta do Governo aprovada pela categoria foi:

*Pagamento de 4% de recomposição salarial em março de 2020, + 4% em julho de 2021 e + 4% em julho de 2022.

* Revisão Geral Anual com base na inflação em dezembro de cada ano.

* Incorporação de 6 horas na escala especial no final de 2022.

Para o Sindipol/ES, a proposta apresentada pelo Governo e aprovada pela categoria não é a ideal, mas é coerente com a realidade e abriu portas para a conquista de outros benefícios.

WhatsApp Image 2020-03-11 at 17.29.18
Policiais Civis na Assembleia Legislativa do Espírito Santo.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis, Aloísio Fajardo, reiterou que a recomposição aceita pela categoria não é a ideal, mas é coerente com a situação política e financeira do país. Além disso, Aloísio disse que o Sindicato segue em diálogo com a equipe de Governo para conseguir novos benefícios para os policiais civis capixabas.

“Por isso é importante esse trabalho cauteloso, silencioso e político que estamos fazendo. O Sindicato dos Policiais Civis e as Associações dos Agentes e Escrivães de Polícia estão mostrando que a categoria unidade chega mais longe. Juntos, sentamos à mesa de negociação com a equipe de Governo com propostas mais consistentes e robustas, dialogando com propriedade”, finalizou.

FORÇA,UNIÃO E LUTA