filiacao-de-novos-membros-e-eleicao-de-diretoria-para-o-trienio-20172020-foram-pautas-na-assembleia-da-oip

Aconteceu nos dias 26 e 27 de julho, em Lisboa, Portugal, a Assembleia da Organização Internacional das Entidades Policiais de Língua Portuguesa (OIP). O evento contou com a presença de instituições classistas que representam os policiais nos mais diversos países de origem lusófona. A OIP faz parte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Assembleia OIP/CPLP 2017
oip montagem
O direito de greve e cidadania dos policiais bem como a discussão dos diferentes modelos de polícia adotados nos países membros deste organismo internacional foram os principais pontos de pauta debatidos durante o encontro. Clique aqui e veja pontos importantes aprovados.

A Assembleia aprovou, ainda, por unanimidade a filiação das seguintes organizações de representatividade dos policiais como membros da OIP/CPLP:

Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Rio de Janeiro (SINDPOL-RJ), Coligação dos Policiais Civis do Estado do Rio de Janeiro (COLPOL-RJ), Sindicato dos Policiais Civis de Santa Catarina (SINPOL-SC), Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (SINPEF-ES), Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais do Estado de São Paulo (SINPRF-SP), Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Federal do Estado de São Paulo (SINDPOLF-SP) e Sindicato Unificado da Polícia de Segurança Pública (SUP-PORTUGAL).

Eleição OIP/CPLP: Brasil foi indicado para a presidência do Órgão
Durante a eleição, Cabo Verde abriu mão de presidir a Organização Internacional das Entidades Policiais de Língua Portuguesa, e indicou Jânio Bosco Gandra para ser reconduzido à presidência no triênio 2017/2020. Clique aqui e confira na íntegra o resultado da Eleição.

A Organização
oip diretoria
A OIP foi criada em janeiro de 2013, durante o I Encontro Internacional de Entidades Nacionais dos Policiais dos Países de Língua Portuguesa, realizado em Brasília, por iniciativa do sindicato dos policias portugueses (Sinapol) e da Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol). A organização tem sede em Brasília.

Sindipol/ES apoia iniciativa
Para o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES) e vice-presidente da Cobrapol, Jorge Emílio Leal, a união entre as Organizações Sindicais que representam os policiais nos países de Língua Portuguesa é de extrema importância para a luta e defesa dos direitos e prerrogativas inerentes a esses profissionais.

“É de grande importância a participação das organizações sindicais em nível estadual, nacional e internacional para a integração dos policiais e acesso à comunidade internacional e ao sistema ONU”, explica Jorge Emílio.

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS!