ato-publico-policiais-civis-fazem-manifestacao-contra-a-pec-287

Ontem,  segunda-feira (19), em um Ato Público contra a PEC 287,os policiais civis e outros servidores públicos do Estado participaram de uma caminhada contra a Reforma da Previdência.  

ato 1 - Cópia

O Sindicato dos Policiais Civis desde 2016 tem lutado contra todas as medidas da Reforma da Previdência. Nesta segunda-feira, o Sindipol/ES convocou a categoria e junto das entidades que fazem parte do Fórum dos Servidores Públicos do Estado (Fespes) realizou um ato público.

Humberto Mileip, vice-presidente do Sindipol/ES
Humberto Mileip, vice-presidente do Sindipol/ES

“Devemos continuar acompanhando. Não podemos deixar que essa PEC da maldade seja aprovada. Vamos lutar para impedir mais essa retirada dos direitos dos trabalhadores brasileiros”, disse, Humberto Mileip, vice-presidente do Sindipol/ES. 

A programação teve inicio na Praça Oito com a presença dos funcionários públicos e da população. Todos seguiram em uma caminhada até a Agencia da Previdência Social, na Avenida Beira Mar, com bandeiras e cartazes que representavam toda a indignação contra a PEC da maldade e o Governo Temer. 

Proposta pelo Governo de Michael Temer, a PEC 287 é um retrocesso nos direitos já garantidos por lei aos trabalhadores e prejudica toda a categoria dos profissionais da segurança pública, ativos, inativos e pensionistas.

Para o presidente do Sindipol/ES, Jorge Emílio Leal, a proposta da PEC 287 é um retrocesso nos direitos já conquistados.  

Jorge Emílio Leal, presidente do SIndipol/ES
Jorge Emílio Leal, presidente do Sindipol/ES

“A PEC 287 é sinônimo de retrocesso e prejudica todos os trabalhadores brasileiros, em especial, os policiais civis e hoje, mais do que nunca, devemos nos manifestar e lutar contra essa e todas as outras medidas que retiram os nossos direitos já garantidos por Lei”, disse.

 

 

 

Veja as fotos 

 

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS