VALORES DO CONTINGENCIAMENTO COMEÇAM A SER DEPOSITADOS

Comunicação SINDIPOL-ES | 26/01/2021

news

Foram 20 anos de muito empenho das diretorias e dos advogados que acompanharam essa ação judicial exclusiva do Sindicato dos Policiais Civis do estado.

É com o sentimento de dever cumprido que o Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo comunica a categoria que o pagamento da ação judicial do Contingenciamento começou a ser depositado. A confirmação veio nesta terça-feira (26).

Ao todo, mais de 2.300 policiais são beneficiados com a ação judicial movida pelo Sindipol/ES e devem receber de R$ 8 mil a R$ 15 mil, incluindo delegados, investigadores, médicos-legistas e peritos criminais, entre outros cargos.

 “Firmamos esse compromisso com a categoria e cumprimos nossa promessa. Os policiais civis que renunciaram o valor excedente estão recebendo os pagamentos. Isso é gratificante demais para o Sindipol/ES”, disse Aloísio Fajardo, presidente do Sindicato dos Policiais Civis.

LUTA EXCLUSIVA DO SINDIPOL/ES

O Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo é única organização sindical do estado que entrou na justiça para reparar o erro histórico do contingenciamento dos salários dos profissionais da Polícia Civil capixaba. O contingenciamento dos salários dos policiais e demais servidores públicos foi feito nos governos de Vitor Buaiz (PT) e José Ignácio Ferreira (PSDB), que governaram o estado entre os anos 1995 e 2002.

De acordo com o presidente do Sindipol/ES, agora, o sindicato vai cobrar celeridade aos pagamentos dos beneficiados que escolheram receber por precatórios.

CRÉDITO ROTATIVO

O Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo aproveita a oportunidade para informar que esta ação judicial está em fase de expedição das Requisições de Pequeno (RPV).

O processo foi analisado pela Procuradoria Geral do Estado e retornou para a juíza responsável, que deve determinar a expedição das RPVs.