FALTA DE RESPEITO E DE VALORIZAÇÃO COM OS PROFISSIONAIS DA SEGURANÇA PÚBLICA PROVOCAM CORRERIA E HISTERIA PELA SEGUNDA DOSE DA CORONAVAC

Comunicação SINDIPOL-ES | 01/06/2021

news

Os policiais civis do estado foram surpreendidos por uma campanha de vacinação da segunda dose da Coronavac na tarde desta terça-feira (01), na igreja Batista localizada no bairro Jardim da Penha, em Vitória.


Após a espera de aproximadamente 48 dias, os policiais civis estavam ansiosos, aguardando a chegada de novas doses da vacina e,  por meio das redes sociais, tomaram conhecimento sobre a segunda dose para os profissionais da Segurança Pública na capital do estado.

 


Para o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo, Aloísio Fajardo, é um absurdo a falta de respeito e o tratamento dado aos profissionais das Forças de Segurança, que nesta pandemia em nenhum momento se esquivaram de exercer sua atividade profissional em defesa da sociedade capixaba, colocando a própria saúde e de seus familiares em risco permanente de serem contaminados por este vírus maligno que assola milhares de pessoas em todo o mundo.

 

 

“Tal afirmação se faz necessária tendo em vista que vários ofícios foram encaminhados à Secretaria de Saúde do Estado, solicitando informações sobre quando, como, onde e de que forma seria realizada a continuação da campanha de vacinação para esses profissionais. Temos policiais civis do Interior e em toda Grande Vitória que continuam com a sua imunização incompleta há quase dois meses, sendo vacinados apenas com a primeira dose”, concluiu Aloísio.

 

Diante desses fatos, o Sindipol/ES expressa sua indignação com tal procedimento e espera que os policiais que ainda estão aguardando a segunda dose sejam imediatamente vacinados para não estarem expostos em risco de contágio constante à sua pessoa, seus familiares e à atividade policial em defesa de toda sociedade do estado do Espírito Santo.

 

FORÇA, UNIÃO E LUTA!