POLICIA CIVIL COMEÇA TRABALHO INÉDITO NO ESPÍRITO SANTO

O Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo parabeniza os profissionais da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), que estão investigando e prendendo pessoas que compram armas legalizadas e repassam para criminosos.

As armas legalizadas se tornaram um grande problema e estão na mira da Polícia Civil capixaba, que iniciou um trabalho de investigação e fiscalização, talvez, inédito no Brasil. Os policiais civis fizeram levantamentos e estão checando se as armas compradas de forma legal no Espírito Santo estão realmente com seus donos.

O resultado inicial já revelou o que era esperado. Criminosos estão usando armas legalizadas. São armas que são furtadas ou repassadas direto para bandidos. Na primeira operação no Norte e Noroeste do estado, os policiais civis descobriram que criminosos usavam pessoas de bem para comprar armas e entregar para traficantes até da Grande Vitória.

A investigação apontou que traficantes ofereciam dinheiro ou outros benefícios para que pessoas sem antecedentes criminais e sem ligação com tráfico comprassem o armamento. A fiscalização será realizada em todo o estado.

A diretoria do Sindipol parabeniza os policiais civis da Desarme pela ação inédita e tão necessária. Para o Sindipol, permitir que o cidadão possa se defender não pode, jamais, facilitar o acesso de bandidos a armas. Quem colabora com esse esquema deve ser identificado e preso.

FORÇA, UNIÃO E LUTA