SINDIPOL PEDE APOIO DA ACADEPOL PARA NOVO CONCURSO PÚBLICO

A comitiva do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo se reuniu com o diretor da Acadepol, o delegado Robson Alves Damasceno, nesta segunda-feira (20/06).

Na reunião que aconteceu na sede da Academia de Polícia (Acadepol), a diretoria do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo lembrou que as gestões anteriores jamais implantaram uma política pública voltada à realização regular de concursos para recomposição dos cargos da Polícia Civil capixaba.

Destacou também que, pela ausência de profissionais, diversas delegacias foram fechadas e permanecem do mesmo jeito, no compasso que a população sofre com o aumento expressivo da criminalidade no estado.

No ofício entregue ao delegado diretor da Acadepol, o presidente do Sindipol, Aloísio Fajardo, lembrou que o governo capixaba tem feito investimentos em equipamentos e melhorias nas condições de trabalho, além de, a pedido do sindicato, ter aumentado o número de vagas no último concurso. Porém, Fajardo pontuou que a defasagem no quadro funcional da PC-ES atingiu um nível crítico e crônico.

“Mesmo ampliando o número de vagas do último concurso, as nomeações não são suficientes para reverter à realidade posta. Pleiteamos que sejam aproveitados os demais aprovados no último concurso e, acima de tudo, que seja indispensável a criação de uma política pública de realização anual de concursos para a PC/ES para que o quadro de policiais seja normalizado e se adeque ao crescimento populacional”, explicou Aloísio Fajardo.

O presidente do Sindicato também destacou o número crescente de aposentadorias, afastamentos e outros desligamentos da PC-ES.

“São situações que agravam a defasagem no quadro operacional e, consequentemente, interfere diretamente no anseio da sociedade capixaba que clama por mais proteção e segurança”, comentou.

O Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo pediu o apoio do diretor da Academia de Polícia para que o governo realize novo concurso público para todos os cargos da PC-ES.  “A exemplo da Polícia Militar, em que foi aberto novo processo seletivo com mais de 1.000 (mil) vagas disponíveis para cargos de soldado e oficial. Buscamos apoio para a realização anual de concurso público na PC/ES”, pontuou o presidente do Sindipol, Aloísio Fajardo.

 

FORÇA, UNIÃO E LUTA!