nota-de-repudio

O Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES) vem a público repudiar veementemente a fala utilizada pelo Deputado Estadual e apresentador do ”Balanço Geral/ES” Amaro Neto durante o programa dessa terça-feira (20).

Durante o programa, o apresentador ao se expressar sobre o caso do Policial Militar baleado na cabeça no bairro São Torquato, em Vila Velha, se referiu ao nobre colega como “policial sapecado”.

Para o Sindipol/ES a expressão do apresentador é uma falta de respeito com toda a categoria policial e ao próprio soldado que foi atingido e se encontra no hospital em estado grave.

O promotor de justiça de Fundão, Dr. Egídio, classificou a expressão do apresentador como absurda e desrespeitosa com a situação grave do soldado.

O soldado foi alvejado na manhã dessa terça-feira (20) por um tiro na cabeça após sair de uma academia no bairro São Torquato, em Vila Velha. 

Por fim, para o Sindipol/ES, a expressão usada durante o programa pelo ilustre Deputado Estadual Amaro Neto é descabível e jocosa, e pela sua posição demostrou não possuir o mínimo de respeito pela força policial seja ela civil ou militar.

Os policiais são os verdadeiros heróis da sociedade, por isso, merecem o respeito, principalmente das autoridades constituídas pela lei.

 

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS